A Raiva, o Estresse e as Dores Crônicas

Bom dia Leitores! 

Hoje vamos conversar um pouco sobre como os sentimentos do dia a dia afetam o funcionamento natural do nosso corpo.

Vivemos em um mundo cada vez mais agitado, e a correria do dia a dia imposta pela sociedade nos faz ficar mais estressados e com mais raiva do que deveríamos e do que o nosso corpo é capaz de suportar.

E essa atividade acelerada, cobra do nosso corpo muita energia, que desgastada, de diversas maneiras, irá gerar dores crônicas, que ocorrem em doenças como a Fibromialgia, Artrite, Artrose, entre outras muitas doenças, que a medicina ocidental não consegue encontrar uma causa específica.

Para a Medicina Tradicional Chinesa, o Fígado é o órgão responsável por manter o fluxo harmônico de Energia (Qi) e Sangue (Xue). Todas as emoções ruins, em especial a Raiva e o Estresse causam um padrão patológico conhecido como Estagnação do Qi e do Sangue do Fïgado.

Isso significa que a maior parte da energia e  do sangue que deveria estar circulando pelo corpo e fazendo a manutenção das funções, ficará parada, deixando os músculos desnutridos e por consequência, tensos.

Assim, a Medicina Chinesa explica as doenças psicossomáticas, onde um problema emocional rapidamente gera dores incapacitantes no corpo, como a fibromialgia.

Em resumo temos: O Estresse –> gera Estagnação do Qi e Sangue do Fïgado –> O sangue não nutre os músculos –> os músculos ficam tensos –> aparece a dor e tensão muscular crônica.

A meta do terapeuta nesses casos, é mover o Qi e o Sangue do paciente para que os músculos voltem a receber energia, sangue e oxigênio e possam se soltar, liberando a tensão.

Quando a Estagnação de Qi e Sangue do Fígado é mantida por muito tempo, pela Lei de Mãe e Filho dos 5 Elementos, o Fígado doente, irá consumir a energia do Rim. O Rim é responsável pela força dos ossos e pela harmonia das articulações. Podemos dizer, com base nessa informação, que quando um paciente possui estresse crônico, irá, depois de afetar o Fígado gerando do muscular crônica, afetará também o Rim, causando dor e em longo prazo deformidade nas articulações, como na Artrite e na Artrose.

Em resumo, temos: O Estresse –> gera Estagnação do Qi e Sangue do Fígado –> o sangue não nutre os músculos –> os músculos ficam tensos –> aparece a dor e a tensão muscular crônica –> em longo prazo consome a energia do Rim –> aparece a dor e a deformidade articular.

Depois de um tempo, existe um ciclo vicioso entre estresse–> dor –> estresse que irá estagnar permanentemente a energia e o sangue do Fígado.

Com essas informações, podemos concluir que o estresse emocional e a raiva consolidam a dor crônica dos pacientes, assim, é recomendado que pacientes de dor crônica meditem, façam exercícios respiratórios e acupuntura, principalmente para diminuir a hiper-reatividade à agentes estressantes, diminuindo assim a Estagnação de Qi e Sangue do Fígado e corrigindo os problemas na circulação dessas substâncias vitais.

Espero tê-los ajudados na compreensão da um dos fatores que leva à dor crônica.

Um grande abraço!

Profa. Fernanda Mara

Inscreva-se no nosso YouTube: youtube.com/facilitandoacupuntura

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>