Síndrome do Túnel do Carpo – Tratamento na Medicina Chinesa

Bom dia Leitores, 

Hoje, atendendo à pedidos, vou escrever sobre a Síndrome do Túnel do Carpo.

O túnel do carpo é um canal que tem em média 3 cm de largura, formado pelos ossos do punho que lhe servem de base e um ligamento transverso, que lhe serve de teto. Por esse canal passa o nervo mediano e os tendões responsáveis pela flexão dos dedos.

A Síndrome do Túnel do Carpo é uma inflamação do nervo mediano resultante de sua compressão pelo estreitamento do canal do carpo. Pode acontecer por excesso de movimentos repetitivos com o punho, como em atividades de vida diária (torcer o panos, digitar, levantar pesos) ou por atividades físicas como na prática de tênis, voleibol, entre outros.

Na Medicina Chinesa, quando temos um paciente com Síndrome do Túnel do Carpo, partimos do princípio que a lesão é apenas no sistema músculo-esquelético, ou seja, não afeta os órgãos internos em um primeiro momento.

Assim, é importante que o terapeuta saiba, inicialmente, trabalhar a dor e a lesão com os Vasos Tendinomusculares, que são específicos para esse tipo de patologia. Na teoria de Vasos Tendinomusculares, usa-se o ponto Tsing do meridiano afetado + um ponto ashi (ponto de dor que não pertence à um meridiano em especial) e finaliza-se com o ponto de união do meridiano afetado.

Se você não conhece os Vasos Tendinomusculares, tem material exclusivo na loja do Blog, basta clicar no link: https://loja.facilitandoacupuntura.com.br/store/product/9

Além dessa opção de tratamento, o terapeuta poderá usar pontos locais para tratar a dor, como TA3, TA4, TA5, IG4, IG5, P9, CS7, C7, ID3, ID4, somados à outros pontos que façam a circulação de Qi e sangue em todo o corpo, como IG4 + F3 de forma contra lateral.

Outros pontos para dores em geral podem ser utilizados, como E36, B60, IG11, entre outros.

Um dica importante é o teste do ponto gatilho da musculatura braquioradial, que normalmente se torna tensa em todas as patologias do punho, inclusive em tendinites comuns. Se o paciente referir dor na região deste ponto, o terapeuta deverá desativar o trigger point utilizando um agulhamnto profundo no mesmo.

Também é preciso avaliar, se no caso que está se tratando, em especial, o paciente possui algum desequilíbrio energético dos órgãos que atuam sobre músculos e articulações, ou seja: Fígado, Rim e Baço-Pâncreas. Se além da Síndrome do Túnel do Carpo o paciente possuir desequilíbrios destes órgãos, os mesmos devem ser tratados de acordo com a síndrome correspondente.

Em auriculoterapia os pontos de analgesia, relaxamento muscular e punho irão dar grande alívio da dor. E, para finalizar o tratamento, o terapeuta poderá deixar pastilhas de stiper coladas por 5 dias no local da dor.  O silício impregnado na pastilha irá acelerar o processo de cura, eliminando a inflamação.

Espero que eu tenha ajudado 🙂

Sigamos estudando.

Um grande abraço à todos.

Profa. Fernanda Mara

 

https://pebmed.com.br/saiba-o-que-e-sindrome-tunel-do-carpo-e-como-a-acupuntura-pode-auxiliar/

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/sindrome-do-tunel-do-carpo/



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>