Acupuntura na Labirintite

Boa tarde Leitores, 

Primeiramente gostaria de pedir desculpas pelo atraso da postagem desta semana. Como para todo mundo o final do ano é uma correria, digo que comigo não é diferente… Estamos todos nos preparando para um merecido descanso…

Hoje vou falar um pouco sobre a Labirintite. Para a Medicina Ocidental, a Labirintite é um termo usado para se referir a uma doença que pode comprometer tanto o equilíbrio quanto a audição, porque afeta o labirinto, estrutura da orelha interna constituída pela cóclea (responsável pela audição) e pelo vestíbulo (responsável pelo equilíbrio).

A labirintite se manifesta em decorrência de alterações metabólicas e vestibulares. Níveis aumentados de colesterol, triglicérides e ácido úrico podem acarretar alterações dentro das artérias, que reduzem a quantidade de sangue circulando nas áreas do cérebro e do labirinto.

Alguns fatores de risco para o desenvolvimento de labirintite são hipoglicemia, diabetes, hipertensão, otites, uso de álcool, cigarro, café e de certos medicamentos, estresse e ansiedade.

Para a Medicina Chinesa, a Labirintite é classificada como um dos tipos de “Tontura”, “Xuan Yun”em mandarim. Os fatores de risco apresentados na Medicina Ocidental também se apresentam como riscos na Oriental, e os principais órgãos afetados são: Fígado, Rim e Baço-Pâncreas.

A Labirintite pode apresentar desde uma tontura branda, pela mudança de posição, até uma vertigem severa com perda de equilíbrio quando tudo ao redor do paciente parece girar. Também inclui sensação de confusão ou “obscurecimento”, como uma sensação de peso na cabeça.

Causas de Labirintite para a Medicina Chinesa:

1)Esforço Emocional

A raiva, frustração, ressentimento, rancor reprimido e qualquer outra emoção que afete o Fígado pode causar ascensão do seu Yang, gerando tontura do tipo plenitude (excesso).

Por outro lado, a estagnação prolongada de Qi proveniente de esforço emocional gera Fogo no Fígado o que também causa tontura (o Fogo neste caso, é produzido pela reação natural na tentativa de “empurrar”o Qi). O Fogo pode gerar Vento Interno o que pode, por sua vez, ocasionar um tipo de tontura ainda mais intensa, até o ponto da perda de equilíbrio.

2) Excesso de Trabalho ou Atividade Sexual

O excesso de trabalho e/ou atividade sexual excessiva durante muitos anos sem o descanso adequado enfraquece os Rins, que por sua vez não geram Medula suficiente para nutrir o cérebro, resultando em tontura do tipo Vazio.

3) Dieta

O consumo excessivo de alimentos gordurosos, laticínios ou alimentação irregular enfraquecem o Baço-Pâncreas e causam Umidade e Mucosidade.

Assim, o Qi puro não sobe à cabeça, e a Mucosidade Turva dá origem à tontura, visão borrada, sensação de peso e entorpecimento na cabeça.

Diferenciação e Tratamento

Para compreender melhor a Labirintite é necessário que se saiba a diferença entre seus tipos de Plenitude e de Vazio. As Labirintites de Plenitude (excesso) geralmente são mais graves, e as de Vazio (deficiência) são mais leves e associadas à visão borrada.

Labirintites de Excesso

1) Excesso Yang do Fígado

Sintomas: tontura severa, zumbido, face vermelha, irritabilidade, propensão à acessos de raiva, dor de cabeça. Língua com lados levemente vermelhos.

2) Fogo no Fígado

Sintomas: face vermelha, sede, sabor amargo, fezes secas, urina escassa e escura. Língua vermelha com revestimento amarelo e seco. Pulso rápido, cheio e em corda.

3) Vento no Fígado

Sintomas: tontura mais severa, vertigem e perda do equilíbrio, tremores.

Princípio de Tratamento para os 3 tipos anteriores: conter o Yang do Fígado, nutrir o Yin e o sangue do Fígado e o Yin do Rim (o Yin do Rim, nestes casos é tonificado com intenção de proteção, uma vez que uma doença de longa data no Fígado, consome a energia do Rim).

* ** Se houver Fogo –> drenar o Fogo

* ** Se houver Vento –> conter o Vento

Sugestão de Pontos: F3, VB20, TA5, VG16, ID3, F2, CS6, F8, BP6, R3

4) Mucosidade Turva na Cabeça

Sintomas: tontura, sensação de peso e confusão na cabeça, dificuldade de pensar e de se concentrar, principalmente de manhã, sensação de opressão no tórax, náusea, pouco apetite, sabor gorduroso na boca. Língua inchada com revestimento pegajoso.

Este padrão é devido à Mucosidade obstruindo a cabeça, impedindo o Yang puro de subir e o Qi turvo de descer. Quanto mais crônica a condição, maiores serão as manifestações de Deficiência de Baço-Pâncreas.

Princípio de Tratamento: eliminar a Umidade/Mucosidade, fortalecer o Baço-Pâncreas e harmonizar o Estômago.

Sugestão de Pontos: VC12, E36, BP3, B20, B21, VC9, BP9, E40, E41, IG4, E8, VG20

Labirintites de Deficiência

1) Deficiência de Qi e Sangue

Sintomas: tontura moderada, ocorrendo algumas vezes apenas pela mudança de posição, fadiga, face pálida e embotada, memória fraca, insônia, palpitações, depressão e apetite fraco. Língua pálida e fina.

Este padrão representa uma Deficiência do Baço-Pâncreas e do Sangue do Coração.

Princípio de Tratamento: tonificar o Qi e nutrir o Sangue, fortalecer o Estômago e o Baço-Pâncreas.

Sugestão de Pontos: VC12, E36, BP6, B20, B21, VG20, VC6, B15

2) Deficiência do Rim

Sintomas: tontura persistente acompanhada de sensação de vazio na cabeça, zumbido, depressão, exaustão, acordar durante a noite, memória fraca, dor nas costas e nos joelhos. Língua pálida (se deficiência de Yang) e seca (se deficiência de Yin).

Este padrão representa uma Deficiência da Essência do Rim, que falha em produzir Medula.

Princípio de Tratamento: tonificar o Yang ou o Yin do Rim, fortalecer a Essência e nutrir o Mar da Medula.

Sugestão de Pontos: VC4,R3, B23, B52, (ID3 – B62), VG16, VG20, VG17, VB39.

Para Medicina Chinesa, os mesmos padrões que causam a Labirintite, podem causar outras doenças que afetam a cabeça como a Enxaqueca, Meningite, alterações do Tronco Cerebral ou a Síndrome de Meniére. Os fatores de causa também são os mesmos.

Se conseguirmos viver uma vida mais tranquila, com repouso adequado, menos cobranças e frustrações e uma dieta equilibrada, conseguiremos viver saudáveis, eliminando a possibilidade de quase 100% destas doenças.

Espero ter colaborado com os diferentes tipos de Labirintite.

Grande abraço à todos.

Profa. Fernanda Mara

Obs: Este texto teve a colaboração de:

https://drjulianopimentel.com.br/dores/labirintite-sintomas-tratamentos/



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>