Acupuntura no Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – Parte 1

Bom dia Leitores,

Conforme prometido no último Jogo Rápido, hoje iremos abordar a Acupuntura no Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperativdade – o TDAH.

Segundo a Medicina Ocidental o TDAH é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e freqüentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. Às vezes, é chamado de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção).

O TDAH é o transtorno mais comum em crianças e adolescentes encaminhados para serviços especializados. Ele ocorre em 3 a 5% das crianças, em várias regiões diferentes do mundo. Em mais da metade dos casos o transtorno acompanha o indivíduo na vida adulta, embora os sintomas de inquietude sejam mais brandos.

Quais são as causas do TDAH?

Estudos científicos mostram que portadores de TDAH têm alterações na região frontal e as suas conexões com o resto do cérebro. A região frontal orbital é uma das mais desenvolvidas no ser humano em comparação com outras espécies animais e é responsável pela inibição do comportamento (isto é, controlar ou inibir comportamentos inadequados), pela capacidade de prestar atenção, memória, autocontrole, organização e planejamento.

O que parece estar alterado nesta região cerebral é o funcionamento dos neurotransmissores (principalmente dopamina e noradrenalina), que passam informação entre os neurônios.
Essas alterações possuem explicações científicas na hereditariedade, substâncias ingeridas na gravidez (como nicotina e álcool), sofrimento fetal, exposição ao chumbo e problemas familiares.

Com base na Medicina Ocidental que vimos acima, faremos um paralelo com a Medicina Chinesa. Na Medicina Oriental, o órgão que controla o Sistema Nervoso Central e seus neurotransmissores é o Coração. Na literatura clássica, facilmente encontramos a frase: “O Coração governa o Shen (a mente)”.

Quando o Coração é equilibrado, o indivíduo consegue priorizar suas tarefas, possui pensamento concisos, precisos e diretos. Está feliz quando se tem motivo para estar. E com a ajuda do Intestino Delgado (órgão com quem divide elemento) tem um perfeito discernimento entre o que é certo ou errado.

Se o indivíduo possui TDAH, o Coração perde suas habilidades de controle psíquico, tornando-se excessivamente agitado, sofrendo de ansiedade, excitação mental e sua capacidade de pensamento coerente e discernimento tornam-se fracas. A produção elevada e o uso inadequado do organismo dos neurotransmissores noradrenalina e dopamina, em termos orientais, irão gerar  Calor de Coração, e assim, o paciente ficará permanentemente em estado de alerta.

Devemos então, através da Acupuntura:

  • Acalmar a mente
  • Alcalmar o fogo do Coração
  • Reestabelecer as funções do Intestino Delgado

1.Acalmar a mente:

Existem muitos pontos que acalmam a mente, entre eles sugiro: VG24, Yintang, CS3, CS6, CS7, C4, C7.

De todos os pontos acima citados, o mais importante é o C7- o Shenmen. Está entre os mais importantes pontos de Acupuntura do corpo todo. Além de acalmar a mente, possui a função de esfriar o fogo do Coração, que é o maior causador dos males do paciente que possui TDAH.

A auriculoterapia também pode ser realizada, usando os pontos: Shenmen, Coração, Tensão Emocional e Ansiedade.

2. Acalmar o Fogo do Coração:

Podemos usar pontos que acalmem o Fogo do Coração, como C9, C8 e ainda recorrer a tabela clássica dos 4 pontos, para realizar um tratamento pelos 5 elementos, colocando o Coração como órgão choque em Plenitude e usando os pontos indicados com a seguinte regra: Sedar C7 e BP3 e Tonificar:C3 e R10.

Desta forma, estaremos equilibrando todos os elementos do pentagrama que irão certamente estar desequilibrados neste transtorno.

Os pontos de auriculoterapia acima citados podem ser mantidos.

3.Reestabelecer as funções do Intestino Delgado:

Na Medicina Ocidental, é sabido que o Intestino é um órgão responsável pela produção e recaptação de Serotonina, um neurotransmissor que mantém o bom humor e em quantidades normais evita o desenvolvimento da depressão.

No TDAH,  sendo o Coração sobrecarregado, gerando calor e agitação, em médio prazo irá afetar o Intestino Delgado, pois os dois órgãos pertencem ao mesmo elemento. Neste caso, o Coração irá consumir a energia do Intestino Delgado e neste ponto, pode haver baixa produção de Serotonina, e o paciente irá desenvolver depressão alternada com períodos de agitação extrema, principalmente na fase adulta.

Para equilibrar o Intestino Delgado sugiro os seguintes pontos: ID3, ID5 e ID7 do próprio meridiano e E25+ BP15 de outros meridianos.

Na auriculoterapia, o ponto de Intestino Delgado pode ser acrescentado.

Dada a complexidade do assunto, irei falar sobre os desequilíbrios do Baço Pâncreas e da Vesícula Biliar presentes neste transtorno na próxima semana.

Bons estudos e até lá!

Grande abraço!

Profa. Fernanda

Obs: O texto Ocidental foi retirado do site da Associação Brasileira do Déficit de Atenção 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>