Dry Needling na Enxaqueca

Bom dia Leitores!

Hoje vamos conversar um pouco sobre a Enxaqueca pela visão da técnica de Dry Needling.

Já escrevi, tempos atrás sobre a Enxaqueca na Visão da Medicina Tradicional Chinesa, onde pelo menos 90% das causas estão relacionadas ao desequilíbrio energético do Fígado e em alguns casos da Vesícula Biliar.

Mas o que fazer quando o tratamento por Acupuntura não mostra resultados ou quando o paciente já fez exames neurológicos que também não apontam a causa do problema?

Sugiro que o terapeuta verifique a existência de Pontos Gatilho na musculatura da cintura escapular.

 

Pontos Gatilhos Miofasciais são pequenos pontos de hipersensibilidade. Quando palpados, geram dor aguda local, dor referida ou irradiada. Essa dor não segue os padrões de dor referida nos dermátomos ou na distribuição dos nervos periféricos.

Além disso, podem gerar dor espontânea, limitam os movimentos, causam fraqueza muscular, geram espasmos musculares protetores e produzem respostas vegetativas (autonômicas) previsíveis. Essas respostas vegetativas podem incluir vasoconstrição, vasodilatação, sudorese, hipersensibilidade global e dor tanto proximal quanto distal.

Pode-se dizer que os Pontos Gatilho são regiões isquêmicas do músculo, ou seja, a circulação sanguínea é debilitada, bem como a de oxigênio. Assim, quando o paciente possui estes pontos na região alta da cintura escapular, a irrigação sanguínea para o Sistema Nervoso Central é prejudicada, gerando severas dores de cabeça ou enxaquecas.

Quando se estimula um ponto gatilho com agulhas de acupuntura, há o efeito mecânico sobre o ponto, rompendo pequenos capilares sanguíneos fazendo com que o corpo tenha que controlar a situação e, assim, estímulos para contenção do sangramento são enviados ao local da microlesão, reestabelecendo assim a circulação de sangue e oxigênio local.

Há também um efeito sobre o Sistema Nervoso Central, que irá liberar neurotransmissores que controlarão a dor e darão sensação de prazer e relaxamento ao paciente.

Os pontos gatilho geram dores irradiadas específicas para cada músculo afetado, e os que geram dor irradiada para cabeça, causando enxaqueca são:

a) Trapézio Superior – gera dor irradiada pela região posterior do pescoço, região occipital temporal e ângulo da mandíbula. Seu agulhamento pode ser feito de forma oblíqua para cima, seguindo a área de irradiação ou perpendicular, póstero-anterior quando o paciente estiver em decúbito v

entral.

b) Esternocleidomastoideo (ECOM) – gera dor irradiada na região occipital, atrás das orelhas, região frontal, em volta dos olhos, região zigomática e no queixo. Por estar situado no pescoço, o agulhamento deve ser oblíquo voltado para cima (no mesmo sentido da irradiação de dor).

 

 

c) Temporal – gera dor acima da orelha, região temporal, sobre e abaixo dos olhos. Por ser um músculo situado na cabeça, o agulhamento deve ser subcutâneo, oblíquo e sem aprofundamento. 

O tempo de estimulação de cada músculo varia de acordo com os sintomas do paciente, mas em média, a permanência de 3 minutos em cada ponto gatilho pode até mesmo tirar o paciente do momento da crise. A correção permanente do ponto gatilho irá afastar as crises umas das outras ou até mesmo gerar a cura do paciente.

Além do tratamento com Dry Needling, o paciente deverá realizar alongamento muscular e em casos mais severos realizar reeducação de postura (RPG).

Espero tê-los ajudado.

Um terapeuta que conhece a Medicina Tradicional Chinesa e o Dry Needling, dificilmente não conseguirá controlar a enxaqueca de seus pacientes.

Um grande abraço à todos.

Profa. Fernanda Mara



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>