Sacralgia – Acupuntura e Agulhamento Seco

Boa Tarde pessoal!

Hoje, véspera de feriado, vou escrever um post super rápido sobre Sacralgia!

A Sacralgia é a dor que afeta o Sacro. O Sacro é um dos ossos, que junto aos Ilíacos formam a estrutura conhecida como Quadril ou Bacia.

Para Medicina Chinesa, o Sacro está sob influência do Meridiano do Rim e da Bexiga. Antigos livros citam que a região baixa da coluna e quadril funcionam bem quando o Rim funciona bem. Qualquer problema nestas regiões podem gerar disfunções do Rim e as disfunções do Rim podem gerar dor nestas regiões.

Partindo deste princípio, sempre que um paciente chegar ao consultório com dor na região do sacro, o terapeuta deverá equilibrar a energia dos Rins e da Bexiga para que a dor cesse (lembrem-se que o Meridiano de Bexiga passa sobre o sacro, por isso pontos locais podem ajudar na cura da dor).

É claro que o terapeuta deverá se basear na avaliação de língua, pulso e demais sintomas para escolher os melhores pontos para utilizar, pois são várias as síndromes que podem afetar o sacro, gerando dor, como por exemplo:

  • Deficiência do Yin do Rim
  • Deficiência do Yang do Rim
  • Deficiência do Qi do Rim
  • Calor e Umidade na Bexiga

entre outras….

Porém, alguns pontos podem ser utilizados nos pacientes que possuem essa dor, como por exemplo, B23, B52 (Shu Dorsal e Shen Shu do Rim respectivamente), B60 e B62 (que atua em toda a coluna vertebral), R3 (que equilibra as energias Yin e Yang do Rim).

Normalmente, a Acupuntura resolve sozinha a maior parte dos casos de sacralgia, porém, a existência de alguns pontos gatilho (ou trigger points) em musculaturas específicas, se não forem desativados, fará o paciente melhorar, porém não se sentir 100%.

Sempre que a acupuntura não resolver a dor como único recurso, sugiro que o terapeuta procure trigger points nos seguintes músculos:

  • Quadrado Lombar
  • Íleo Costal Lombar
  • Tibial Posterior
  • Sóleo

Músculos da região posterior da perna estão intimamente relacionados com a dor no sacro, e devem ser sempre testados para que, se houverem pontos gatilho, estes sejam eliminados e o paciente possua uma melhora mais rápida.

Por hoje é isso pessoal,

Espero que a dica tenha sido boa!

Grande abraço e excelente feriado à todos!

Profa. Fernanda

Esta entrada foi publicada em Geral e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>