Tipos de Cefaléia e Tratamento pela Acupuntura – Parte 3

Boa tarde Leitores!

Chegou o finalmente o dia de tratar as dores de cabeça, de acordo com cada síndrome e suas diferenciações.

As cefaléias, de forma geral são divididas em 2 grupos:

1) Cefaléias de Origem Externa

A. Invasão de Vento Frio

Sintomas: cefaléia com rigidez occipital, enrijecimento dos tendões, dor severa e súbita de duração restrita. Pode estar acompanhada de sinais de resfriado.

** as dores ocasionadas por frio normalmente são as dores mais intensas que uma pessoa pode sentir, e neste caso, pode acontecer após uma situação em que a pessoa tenha passado frio e não estava adequadamente vestida para uma “virada no tempo”. A Moxa deve ser utilizada. 

Princípio de Tratamento: expelir o vento e dispersar o frio.

Pontos sugeridos: P7, VB20, VG16, B10, B12, B13, VG20, B67, B60.

B. Invasão de Vento Calor

Sintomas: dor em distensão, “sensação de cabeça rachando”, súbita e de curta duração. Também pode vir acompanhada de sintomas de resfriado, como febre baixa e dores em todo corpo.

Princípio de Tratamento: clarear o calor e expelir o vento.

Pontos sugeridos: IG4, VB20, VG16, VG14, TA5, VG20, IG11, TA16

C. Invasão de Vento Umidade

Sintomas: dores com sensação de peso, atordoamento, pouca concentração, olhos pesados. Como já observado nos dois casos anteriores, toda invasão de fator patogênico externo pode gerar dor acompanhada de sintomas de resfriado comum. Neste caso não é diferente.

** Este é um tipo de Vento-Frio combinado com Umidade.

** Esta Dor piora em climas úmidos e com o consumo de alimentos úmidos.

Princípio de Tratamento: expelir o vento, eliminar a umidade e o frio.

Pontos: P7, IG6, BP6, E8, VG23

Obs: O ponto IG6 alivia o exterior e ainda estimula os Pulmões na descida dos fluídos do Aquecedor superior. É um ponto de conexão IG que flui para o queixo, aliviando qualquer cefaléia nessa região.

2) Cefaléias de Origem Interna

Toda doença interna significa que há afecção de algum órgão interno. Diferente das doenças externas onde temos invasão de fator patogênico gerando, em comum, sintomas de resfriado.

Ainda, dentro das Cefaléias de Origem Interna, temos as Cefaléias por Excesso e por Deficiência, à saber:

Cefaléias por Excesso:

A. Ascensão do Yang do Fígado

** É o tipo mais comum de cefaléia de causa interna e a principal causa de enxaqueca. 

Sintomas: dor severa do tipo latejante ou distensão, pode afetar um ou os 2 lados da cabeça ao longo do meridiano da VB. Dor atrás dos olhos, náusea, vômitos, diarréia, melhora quando o paciente se senta ou deita, visão borrada ou “auras piscando”, tontura, zumbido, garganta seca, insônia, irritabilidade.

** Pode originar da Deficiência do Sangue ou do Yin do Fígado, da Deficiência Yin do Fígado e do Rim ou ainda da Deficiência do Yin do Fígado, do Rim e do Yang do Rim.

** Assim, é necessário tratar o possível padrão de causa dessa cefaléia, e para chegar à essa conclusão são necessárias boas avaliações de pulso e de língua.

Princípio de Tratamento: acalmar Yang o Fígado, nutrir o Sangue do Fígado ou o Yin do Fígado e/ou Yin do Rim, dependendo da etiologia.

Pontos sugeridos: F3, F8, BP6, TA5, VB20, Taiyang, CS6, P7, VB43.

** Pontos locais também podem ser usados, como: VB4, VB5, VB6, VB8, VB9, VB13, VB14, VB21, B2, Yuyao, VB1.

B. Fogo do Fígado

Sintomas: dor latejante e intensa, náusea, vômito, tontura, zumbido, surdez, irritabilidade, garganta seca, insônia, sede, urina escassa e escura, fezes secas, olhos vermelhos.

** Diferentemente do padrão de Ascendência do Yang do Fígado que é um desequilíbrio entre as energias Yin e Yang, o Fogo no Fígado possui verdadeiramente um fator patogênico, sendo um padrão exclusivamente de excesso.

Princípio de Tratamento: clarear o Fogo do Fígado.

Pontos sugeridos: F3, F8, BP6, TA5, VB38, VB20, Taiyang, CS6, P7, VB43.

OBS: o ponto VB38 clareia o Fogo do Fígado e da VB, especialmente se a dor estiver situada ao redor dos olhos. É particularmente eficaz em enxaquecas crônicas.

** Explicação dos pontos págs. 28 e 29 – A prática da Medicina Chinesa – Maciocia.

C. Vento no Fígado

Sintomas: dor do tipo puxão que afeta a cabeça toda, vertigem severa, calafrio na cabeça, formigamento ou tremor de um membro.

** O Vento pode ser proveniente de Fogo do Fígado ou Deficiência de Sangue do Fígado.

Princípio de Tratamento: pacificar o Fígado, extinguir o vento.

Pontos sugeridos: F3, BP6, VB20, VG16, VG20, (ID3 – B62)

D. Estagnação do Qi do Fígado

Sintomas: dor na frente da cabeça ou nas têmporas que se movimenta de um lado para o outro, mal estar estomacal, distensão do hipocôndrio e abdominal, eructação, flatulência.

** Essa cefaléia normalmente é proveniente de ansiedade e estresse. Todo e qualquer sentimento ruim que um ser humano experimenta tem a capacidade de gerar Estagnação do Qi, inicialmente no tórax e depois em outros órgãos.

Princípio de Tratamento: mover o Qi do Fígado e acalmar a mente

Pontos sugeridos: F3, VB34, IG4, E36, VG24, Taiyang,F14,Yintang

E. Estagnação de Frio no Meridiano do Fígado

Sintomas: é um tipo raro de cefaléia com dor intensa, sentida no topo da cabeça, sensação de frio, vômito, membros frios. Pulso em Corda.

Princípio de Tratamento: expelir o Frio e conter o Qi rebelde.

Pontos sugeridos: F3, VG20 ** A moxa deve ser utilizada!!

F. Umidade

Sintomas: cefaléia do tipo surda, sensação de peso, dificuldade para pensar. A dor pode afetar a frente da cabeça ou a cabeça toda e é pior de manhã. O paciente ainda pode apresentar outras manifestações úmidas como catarro persistente, sinusite, falta de apetite e sensação de plenitude no tórax e na região epigástrica. Língua com revestimento grosso e pegajoso.

** Essa cefaléia acontece em casos severos, quando a umidade obstrui o Aquecedor Médio, impedindo o Qi do Estômago de descer, assim, a obstrução gradualmente se propaga e alcança a cabeça.

** É piorada pelo hábito de consumir alimentos de essência úmida como leite, derivados de leite e gorduras em geral.

Princípio de Tratamento: eliminar a umidade, estimular a ascensão do Yang puro, tonificar o Estômago e o Baço-Pâncreas.

Pontos sugeridos: BP3, IG4, P7, VC12, B20, E8

G. Mucosidade Turva

Sintomas: A mucosidade é o estado de piora da Umidade. Os sintomas são os mesmos da Umidade, acrescidos de visão embaçada e tontura.

** Quando associada à sintomas de Vento interno, colocam o paciente em risco de AVC.

Princípio de Tratamento: eliminar a umidade, estimular a ascensão do Yang puro, tonificar o Estômago e o BP.

Pontos sugeridos: E40, IG4, P7, E8, VG20, E36, BP6, BP3, IG11, VG23, Yintang.

H. Retenção de Alimento

Sintomas: dor de cabeça frontal e intensa, agravada com alimentação (principalmente após dieta imprudente), plenitude no epigástrio, regurgitação ácida, eructação, respiração obstruída. Língua com revestimento espesso e pegajoso.

Princípio de Tratamento: resolver a retenção de alimento estimulando a descida do Qi do Estômago. Promover digestão.

Pontos: VC10, E21, CS6, E34, E45, IG4, E8, E44, BP4, VC12, E36, E40.

I. Estase de Sangue

Sintomas: dor de cabeça crônica que normalmente acontece logo após ou anos após um trauma na cabeça, tez enegrecida, dor na região do hipocôndrio ou abdome.

Princípio de Tratamento: movimentar o sangue.

Pontos sugeridos: IG11, IG4, BP6, F3, TA5, BP10, BP18, B2, TA18, F3.

** Pontos Ashi devem ser utilizados na região da dor.

J. Calor no Estômago

Sintomas: dor na região frontal, podendo ser aguda ou crônica, transpiração abundante, sede intensa, febre. A dor pode se tornar crônica devido à longa permanência de Calor no Estômago causado pelo consumo excessivo de alimentos quentes tais como carne, condimentos, frituras e álcool ou superalimentação.

Princípio de Tratamento: clarear o calor no Estômago e conter o Qi rebelde.

Pontos sugeridos: E44, IG4, Yintang, E34, VG23, E8.

Cefaléias por Deficiência

A. Deficiência de Qi

Sintomas: dor em toda cabeça ou apenas na região frontal, caracterizada por crises, do tipo surda aliviada pelo descanso e agravada pelo trabalho excessivo. Melhora ao deitar e piora pela manhã, pouco apetite, cansaço, fezes soltas, dispnéia.

** Esse padrão de cefaléia pode ser proveniente de Deficiência do Qi do Estômago, BP, Pulmões ou Coração.

Princípio de Tratamento: tonificar o Qi

Pontos sugeridos: E36, VC6, BP6, VG20, IG4, B7, B20

B. Deficiência de Sangue

Sintomas: dor no topo da cabeça, que piora no período da tarde ou ao anoitecer, memória fraca, falta de concentração.

** Esse padrão de cefaléia pode ser proveniente de Deficiência do Sangue do Fígado ou do Coração.

Princípio de Tratamento: Nutrir o Sangue, tonificar e elevar o Qi

Pontos sugeridos: E36, VC4, BP6, VG20, B20, F8, C5

C.  Deficiência do Rim

Sintomas: dor “dentro da cabeça”, em local inespecífico, tontura, sensação de vazio no cérebro. A dor pode se manifestar depois da atividade sexual.

** Outros sintomas ocorrem de acordo com a Deficiência de Yin ou de Yang do Rim.

Princípio de Tratamento: Nutrir os Rins, Nutrir a Medula

Pontos sugeridos: R3, E36, BP6, VG20, VB19, VC4, B23, B60, B10, B7, VG17

** Nas cefaléias de Deficiência, o Diagnóstico realizado pela Língua é mais que fundamental para as diferenciações.

Prognóstico e Prevenção

Tanto a acupuntura quanto a fitoterapia são eficazes do tratamento da dor de cabeça e da enxaqueca, entretanto, os resultados nem sempre são obtidos com rapidez.

Os 3 tipos de dor de cabeça mais difíceis de tratar são: Mucosidade (associada ou não ao Vento) e Estase de Sangue.

Para prevenir as cefaléias, deve-se manter uma alimentação equilibrada, evitar o estresse emocional, trabalhar e ter repouso adequado e não abusar de atividade sexual.

É isso pessoal. No próximo post farei um resumo dos últimos 3 posts para falar especificamente da Enxaqueca!

Espero tê-los ajudado!

Um grande abraço à todos!

Profa. Fernanda Mara

Esta entrada foi publicada em Geral. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>