Palestra Stiper

Bom dia leitores!!

Vamos começar o ano de 2020 com um presente para vocês! A @Stiperbr disponibilizou, na íntegra, minha palestra do congresso do ano passado para vocês! 🙂

Nela dou algumas sugestões de pontos para melhorar dores com o uso do Stiper! Tenho certeza que vocês vão gostar! 🙂

Inscrevam-se em nosso canal: youtube.com/facilitandoacupuntura

Espero que gostem!

Um grande abraço à todos!

Profa. Fernanda Mara

Dor crônica – Devemos ou não devemos fazer atividade física?

Bom dia Leitores!

Essa semana resolvi escrever um pouco sobre dores crônicas e atividade física: fazer ou não fazer exercícios?

Recebo em meu consultorio muitas pessoas que dizem que o médico pediu para não fazer atividade física por causa dessa ou outra doença, que a atividade física irá piorar o sintomas, principalmente em questões relacionadas ao sistema músculo esquelético.

Por isso, resolvi escrever para passar à vocês a visão da Medicina Tradicional Chinesa sobre esse assunto.

Para a Medicina Chinesa, a atividade física moderada, melhora a circulação de sangue, consequentemente a nutrição e oxigenação dos músculos. Fortalece ou mantém o Baço-Pâncreas forte em suas funções,  como manter a força dos quatro membros, manter a memória e a capacidade de aprender ativas, melhora a produção e circulação de sangue, mantém os órgãos em suas posições corretas (evita pitoses, ou seja, queda de mama, de bexiga, de pálpebra).

São tantos os benefícios da atividade física, que de forma geral, não existem contra-indicações para sua realização. E assim o é: eu, em meu consultório, indico atividade física para quase todos os pacientes, em especial, as de alongamento e fortalecimento muscular.

Mas em medicina oriental, existem várias definições de dor, entre elas:

  • as que melhoram com a atividade física e
  • as que pioram com a atividade física (minoria dos casos).

Definindo de uma melhor forma temos:

1. Dores que melhoram com a atividade física:

São provenientes da estagnação da energia e/ou do sangue.

A estagnação dessas substâncias pode ser proveniente do estresse emocional ou do acúmulo de fatores patogênicos, como umidade, frio, calor, vento ou secura. Sendo a umidade e o frio os piores fatores patogênicos para as questões músculo esqueléticas.

Nesse caso, a atividade física deve ser realizada todos os dias, ao menos por 20 minutos e a dor do paciente melhorará progressivamente, conforme a circulação do sangue e da energia voltarem ao normal.

Quando realizamos acupuntura, também movemos a energia, o sangue e removemos os fatores patogênicos. Os fluídos vitais voltar a nutrir músculos e articulações e a dor melhora.

São pontos que movem o Qi e o Sangue: IG4, F3, BP3, etc…

2. Dores que pioram com a atividade física:

São provenientes da Deficiência da energia e/ou do sangue.

É, portanto uma doença de deficiência de base que faz com que o paciente se sinta pior depois da realização da atividade física. Quando o mesmo gasta fluídos vitais que já estão em falta, a dor aparece e o estado do paciente piora.

Nestes casos, é indicado que o paciente supra as deficiências de Qi e Sangue, especialmente com acupuntura, alimentação terapêutica, exercícios respiratórios e em casos mais graves, com suplementação, como vitaminas e sais minerais.

São pontos que tonificam Qi e Sangue: VC6, VC4, BP10, BP8, BP6, F8, CS6, E36.

Tão logo as substâncias sejam recuperadas, o paciente deverá fazer atividade física para que suas circulações sejam normalizadas.

Na grande maioria dos casos, o que temos é uma Estagnação e não uma Deficiência da substâncias vitais. Assim sendo, dificilmente o paciente deveria ser orientado à não fazer atividade física. A confirmação do diagnóstico pode ser feita pela avaliação da língua e do pulso.

Se por ventura um paciente relatar piora da dor após a prática de exercício físico, o terapeuta deverá ficar atento aos pontos que possam ajudar no processo de recuperação das substâncias vitais. Do contrário, deve haver uma orientação incisiva em se mexer o corpo, sempre!

Espero tê-los ajudado!

Grande abraço!

Profa. Fernanda

Dicas de Acupuntura para tornar suas horas sentado mais confortável

Bom dia leitores!

Estava eu em um vôo partindo para as minhas férias quando pensei: essas tantas horas sentada me fará ficar com dor. Como posso resolver isso?Foi aí que tive a idéia de fazer esse post, ensinando 3 pontinhos de acupuntura que irão transformar suas horas sentado (a) muito mais confortáveis:

1. VB21 – quando se coloca a mão sobre o ombro oposto, o seu dedo do meio cairá na região desse ponto. Aperte o local de 30 segundos à 1 minuto dos dois lados e assim, toda região de ombro, nuca e cabeça ficarão relaxados.

 

 

 

2. B40– no meio da região posterior do joelho- fácil de alcançar na posição sentada, apertar e soltar esse ponto várias vezes, além de melhorar o retorno venoso, portanto a circulação sanguínea, relaxa a região lombar (inferior das costas). Pode-se apertar e soltar brevemente de 1 à 5 minutos dos dois lados.

 

 

 

3. P10 – no centro da região tenar (gordinho da mão) temos o pon to P10 que é um “regulador” de emoções. Equilibra a ansiedade, o medo, o estresse, assim, promovendo um relaxamento global da musculatura que fica tensa e mal nutrida quando estamos sob desequilíbrios emocionais. De 30 segundos à 1 minuto em cada mão já é o suficiente para notar as diferenças.

 

 

É isso aí pessoal. Estando em um vôo ou apenas muitas horas sentado no trabalho, esses 3 pontos, todos bilaterais massageados dos dois lados ajudarão no relaxamento, portanto, a ter um dia melhor.
Grande abraço à todos!

Profa. Fernanda Mara

Acupuntura no Atleta de Corrida

Bom dia Pessoal!

Hoje vamos conversar sobre os benefícios da Acupuntura no atleta de Corrida, seja atleta profissional ou amador!

A Acupuntura trás inúmeros benefícios à saúde de atletas, pois mantém o sangue circulando corretamente, portanto, a musculatura bem nutrida, diminuindo assim a possibilidade de lesões.

Porém, como a corrida é um esporte muito democrático e ganhou centenas de milhares de praticantes nos últimos anos, em especial atletas amadores sem histórico de prática de outras atividades, as lesões começaram a aparecer, e é nesse momento que a acupuntura entra em ação.

As lesões mais comuns em corredores são as tendinites e bursites de quadril e as canelites (periostites tibiais/fibulares). Também ocorrem muitas dores na lombar (lombalgia) e algumas vezes entorses de tornozelo e fascites plantares.

Quando o atleta sofre de qualquer uma dessas lesões, é possível tratá-las com Acupuntura, utilizando pontos que nutrem e desinflamam a musculatura como um todo, como por exemplo: E36, VB34, VB39 e BP6, bem como os pontos auriculares: Analgesia e Relaxamento Muscular.

Também é necessário que tratemos a lesão específica, usando pontos locais com grande ação analgésica:

  1. Tendinite/Bursite de Quadril: VB30, VB31, B30.
  2. Canelite: VB37, VB39, BP6, F5.
  3. Dor Lombar: B23, B52, B25, VG4.
  4. Entorses de tornozelo: E41, VB41, R3, B60.
  5. Fascite plantar: F3, E44, R3, B60, VB39 +B60+B57.

Se o terapeuta desejar aplicar auriculoterapia, pontos dos locais de lesão devem ser colocados, como Quadril, pé, vértebras lombares, etc.

Em se tratamento de dores exclusivamente musculares, é de bom tom que o Acupunturista use o tratamento baseado em Meridianos Tendinomusculares. A descrição de seu uso é feita na Apostila – Orientação de Tratamentos com Meridianos Tendinomusculares, encontrada na Loja do Blog.

O tratamento deve ser realizado uma vez por semana e pode ser feito até 2 no caso do paciente estar em crise de dor. A distância entre os tratamentos deve ser no mínimo de 48 horas. Os pontos de acupuntura auricular podem permanecer por 10 dias.

Técnicas auxiliares como a ventosaterapia, moxaterapia e magnetoterapia podem ser utilizadas em conjunto com a acupuntura.

Quando a acupuntura é feita sem a existência de lesão pré existente, ela ajudará a evitar dores decorrentes do exercício.

Em resumo, a acupuntura trará benefícios antes, durante e depois da corrida! 🙂

É isso aí pessoal 🙂

Grande abraço à todos.

Profa. Fernanda Mara

Chá de Gengibre e as Dores do Frio

Boa Noite Pessoal!

Hoje teve uma “Live Relâmpago” no Facebook sobre o Chá de Gengibre para amenizar as dores musculares do tempo frio.

A íntegra você vê aqui embaixo!

Espero que gostem!

Grande Abraço!

Profa. Fernanda Mara